Para os Sócios mais recentes deixamos aqui excertos de uma publicação da APSIOT, de 1984, com reflexões acerca da necessidade de ser criada uma Associação de Sociologia em Portugal. Estas reflexões preliminares culminaram com o registo notarial da Fundação da APSIOT, em 20 de Junho de 1985.

 

pdficon large  Publicação APSIOT - 1984

Registo Notarial da APSIOT: síntese/processo

 

Na primeira metade dos anos 80 do século passado desenvolveram-se algumas tentativas para criar uma associação de sociologia, que resultaram nalgumas clivagens e dificuldades práticas de articulação e consenso. Todavia um conjunto de sociólogos da área da SIOT (Sociologia Industrial, das Organizações e do Trabalho) prosseguiu com as reflexões acerca da necessidade de organizar a Sociologia em Portugal e realizou, inclusivamente, o 1º Encontro Nacional de Profissionais em SIOT no dia 24 de Maio de 1984, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL), no Monte da Caparica, que aprofundou a necessidade de criação de uma associação.

Entretanto foi constituída uma Comissão Instaladora, presidida pelo Professor da FCT-UNL, José Baptista, que desenvolveu o processo de constituição da APSIOT.

As reflexões continuaram e no dia 1 de Dezembro de 1984, realizou-se a 1ª Conferência/Debate do ciclo Comissão Organizadora do II Encontro Nacional de Profissionais em Sociologia Industrial, das Organizações e do Trabalho (COSENP/SIOT), com o tema: "DEMOCRACIA INDUSTRIAL NA EUROPA, JAPÃO, EUA e o CASO PORTUGUÊS".

Estas iniciativas culminaram com a Constituição e Registo Notarial da APSIOT, no 17º Cartório Notarial de Lisboa, no dia 20 de Junho de 1985. No dia 14 de Dezembro de 1985 realizou-se a 1ª Assembleia Geral da APSIOT, onde o Professor José Baptista fez a síntese do processo de constituição da APSIOT e propôs a primeira Mesa da Assembleia Geral. De seguida foi feita a apresentação da lista A, única, que foi aprovada por unanimidade. No dia 18 de Dezembro de 1985 realizou-se a tomada de posse dos primeiros Órgãos Sociais eleitos da APSIOT, tendo como Presidente do Conselho Executivo o Professor José Baptista.

Já a 9 de Janeiro de 1991, a APSIOT foi reconhecida pessoa colectiva de utilidade pública, pela Presidência do Conselho de Ministros.

Partilhar | Redes Sociais

Partilhar | Email