Este artigo tem como base uma pesquisa qualitativa sobre Sindicato e Técnica em Pernambuco, cujos dados foram levantados entre 1989 e 1991. Nele se procura traçar um perfil do imaginário das lideranças sindicais em Pernambuco sobre a relação trabalho e técnica, através de vinte e quatro entrevistas realizadas com representantes de diferentes sindicatos de trabalhadores. A análise interroga os sentidos que os sindicatos atribuem à técnica e os espaços relacionais onde afloram as diferenças e as similitudes nos discursos por eles elaborados. Examina também até onde as posições dos diversos entrevistados estão articulados com as características do processo de trabalho de cada sector representado. Realiza, assim, um dos primeiros estudos comparativos sobre o tema, no Brasil. UNITEMAS: Trabalho e Técnica; Imaginário Sindical; Processo de Trabalho; Política Tecnológica; Movimento Sindical; Memória (profissional, sindical, social, política); Tempo e Disciplina; Controlo Operário; Autonomia; Tradição; Progresso; Despotismo Industrial.