Este texto incide sobre a socialização dos indivíduos numa indústria portuguesa do sector automóvel, um greenfleld site. Argumenta-se aqui que a socialização na empresa, através da formação normativa e comportamental, é um mecanismo importante na difusão (expressão) da ideologia empresarial. Ideologia é aqui entendida como o conjunto de ideais e de princípios normativos que a empresa instila nos trabalhadores, e de cuja assimilação dependerá a manifestação laboral de cada um. O objectivo da empresa é o de ver legitimada a sua ideologia, ou seja, de ver reproduzidos na praxis futura os princípios que incutiu, e dos quais depende o funcionamento da produção magra. Problematiza-se ainda os poderes e as limitações dessa legitimação.