Este artigo procura analisar de que forma as profundas alterações verificadas no contexto socioeconómico têm afectado as áreas científicas da SIOT (Sociologia Industrial, das Organizações e do Trabalho) e da Gestão. Procura-se aqui dar resposta às seguintes questões: em que medida é que as mudanças no mundo do trabalho e das empresas estão reflectidas nas temáticas estudadas por ambos os domínios científicos? A SIOT e a Gestão têm convergido ou divergido no seu discurso e nos seus objectos de estudo? Para poder responder a estas questões, recorreu-se à técnica bibliográfica, concretamente a duas bases de dados: Sociofile e ABI.