Este artigo baseia-se na lição apresentada no âmbito de provas académicas na área de Sociologia na FCT-UNL. Pretende-se abordar neste tema as controvérsias acerca da relação entre a tecnologia e a sociedade (determinismo tecnológico, efeitos sobre o emprego, importância dos comportamentos sociais na definição de necessidades de novos produtos e equipamentos), e sobre as tendências mais recentes (sobretudo, desde meados do século passado) em termos de evolução tecnológica e da sua articulação com a mudança social e cultural. Finalmente, este tema foi dedicado à apresentação dos principais factores que têm conduzido ao desenvolvimento da contribuição da Sociologia para a formação em Engenharia. Assim, pretende-se que se possam adquirir novos elementos sobre como esta área do conhecimento é também apresentada noutras escolas de engenharia de outros países (por exemplo, Estados Unidos e Holanda), e de como os fundamentos teóricos desenvolvidos desde o início do sec. xx sobre as modalidades de organização do trabalho implicam uma cooperação entre a engenharia e as ciências sociais.